Turismo do Algarve

Turismo do Algarve

Turismo do Algarve

pt

"Campeonato Mundial de Fórmula 1 no Algarve é um prémio merecido e há muito desejado para a região"

Campeonato Mundial de Fórmula 1 no Algarve

Notícias

Turismo do Algarve assegura que o destino está preparado para acolher o evento em segurança

24 de julho 2020

Com um impacto económico que poderá chegar aos 80 milhões de euros, o evento vem trazer um novo fôlego para o turismo no Algarve

 

O Turismo do Algarve congratula-se com a confirmação oficial do Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão, como um dos palcos escolhidos para integrar a organização do Campeonato Mundial de Fórmula 1. O Grande Prémio regressa a Portugal no fim de semana de 23 a 25 de outubro, após um hiato de 24 anos.

 

“Estamos claramente satisfeitos e orgulhosos com esta decisão. Para além da vontade de fazer regressar esta modalidade ao nosso país, trazer um evento internacional com esta dimensão para o Algarve era algo que era desejado há muito tempo. Este feito resultou de um trabalho de vários anos e de um esforço muito grande e concertado entre várias entidades, a começar pelo próprio Autódromo do Algarve, pela Câmara Municipal de Portimão e do Turismo do Algarve, envolvendo também a imprescindível colaboração da Secretaria de Estado do Turismo e Ministério da Economia, do Turismo de Portugal, e das Autoridades de Saúde Regional e Nacional”, explica João Fernandes. “Fruto desta colaboração conjunta, foi possível transformar uma crise numa oportunidade. Conseguimos demonstrar que este é um destino seguro, com um conjunto de infraestruturas de apoio de uma enorme qualidade e uma oferta turística diversificada que enriquece a estadia dos visitantes, e que é capaz de cumprir os elevados padrões exigidos para acolher aquela que é considerada a prova-rainha do desporto automóvel. Este é, sem dúvida, um sinal de confiança muito positivo que é dado à região”, acrescenta o presidente do Turismo do Algarve.

 

Para além da projeção da marca Algarve a nível mundial, este evento vem trazer um novo fôlego ao turismo da região. Só no que diz respeito a receitas diretas, provenientes da organização e dos espectadores da prova, prevê-se que este evento venha a representar para a região, um valor próximo dos 40 milhões de euros. Em termos indiretos, e tendo em conta o efeito multiplicador da receita gerada em torno da realização desta iniciativa, o impacto económico pode chegar aos 80 milhões de euros.

 

Neste contexto, o Turismo do Algarve está confiante que o Grande Prémio de Fórmula 1 irá ajudar a atenuar os efeitos que a pandemia teve neste setor e contribuir para que o último trimestre do ano registe resultados mais positivos. “Este evento pode representar uma semana de agosto em outubro para o turismo da região, o que irá permitir assegurar a sustentabilidade de muitas empresas na época baixa”, avança João Fernandes. Para além da prova principal, está já também garantida uma prova do circuito mundial da FIA Fórmula 2, estando ainda a ser negociada a possibilidade de realização de outras provas agregadas.

 

Face à expectativa de um aumento significativo de visitantes que esta competição pode gerar, o Turismo do Algarve garante que o destino está preparado para acolher um maior número de pessoas em segurança, quer em termos de rede de cuidados de saúde, reforçada durante os primeiros tempos da pandemia, quer no que diz respeito à capacidade de dar uma resposta musculada, face a uma eventual ocorrência. No período em que a prova terá lugar, o esforço de reativação das rotas aéreas previamente existentes já permitirá garantir uma fácil acessibilidade à região.

 

FONTE: Associação Turismo do Algarve (ATA)

Newsletter

Contactos